Por que não consigo seguir uma alimentação saudável?

lanche escolar, Peso, Comida





Ao começar uma reeducação alimentar, parece promissor e estimulante nos primeiros dias. Entretanto, dependendo de como é encarado, a decisão vira um pesadelo em que a única saída é desistir. Quantas vezes você já começou uma dieta e desistiu? Se responder “muitas” a essa pergunta, saiba que com simples mudanças de atitude é possível reverter essa situação e tornar a dieta agradável e estimulante.

– Faça um diário, anote o que come, quantos quilos eliminou, treino, sensações, dificuldades, conquistas e falhas. Fica mais fácil acompanhar o progresso e identificar as falhas;



– Pense nos erros das dietas passadas e use-os como lições para recomeçar;

– Lembre-se: emagrecer requer tempo, afinal, você demorou para engordar, então seja paciente. É preciso tempo para emagrecer e incorporar novos hábitos;

– Ao se sentir desmotivado, pergunte a si mesmo: quanto emagrecer é importante? Imagine como vai se sentir ao atingir sua meta;

– Escorregar nas primeiras semanas é normal. O importante é não tornar isso frequente. Exagerou? Não faça isso uma desculpa para exageros maiores, retome a dieta na refeição seguinte e se esforce para não acontecer novamente;

– Mude o foco quando pensar em exagerar na alimentação. Leia livros, assista filmes ou pratique exercícios;

– Ocupe a mente. Alimentos podem trazer prazer momentâneo, mas não são a solução;

– Estabeleça metas a médio e curto prazo. A longo prazo você chegará ao peso desejado. Cada meta atingida te deixará mais forte para buscar a próxima;

– Seja realista. Planejar o impossível pode causar frustrações. Seja menos crítico com o corpo e respeite sua genética;

– Bateu a vontade de desistir? Pense em todos os hábitos saudáveis que já conquistou. Isso ajuda a perceber que é capaz e traz à tona a vontade de seguir em frente;

– Leia depoimentos, histórias e converse com os que conseguiram alcançar a reeducação alimentar. Isso ajudará a te inspirar;

– Tenha o acompanhamento de um nutricionista; você pode saber “tudo”, mas o compromisso te estimula a continuar;

– Evite o radicalismo. Dietas restritivas aumentam as chances de frustrações. Não recuse convites ou deixe de consumir o que gosta. Dentro de uma alimentação saudável há espaço para todos os alimentos, alguns com maior frequência, outros somente de vez em quando.
Manter o foco é determinante mas não pode ser motivo para declarar guerra à comida.

Viviane Gomes Pinheiro Covre
Nutricionista clínica

Confira outros artigos de Viviane Gomes Pinheiro Covre no site da Revista O Comércio