Artigo de janeiro de Matheus Galli Nacli

Julio, Fazendeiro, Bullying, Padre Salústio, Nenzão, Batista Chiari, Segalla, Angelo-Pinheiro-Machado-Neto, Nazem-Nacli, Antropologia, Amiga, Paróquia, Barros, Macatuba, Amadeu Artioli, Romualdo Antonio Scian




Romualdo Antonio Scian

No jardim Bela Vista, na frente da Assistência Social, em Macatuba, existe uma via pública com o nome de travessa Romualdo Antonio Scian. A nomeação da travessa deu-se em 2010, na gestão do prefeito Coolidge Hercos Junior.

Romualdo Antonio Scian nasceu em Araras, no dia 10 de dezembro de 1908. Era filho de João Batista Scian e Noêmia Mainard. Chegou a Macatuba junto de seus pais, nos anos 20. Era irmão de Germano, Arnaldo, Norina e Patrocínia. Seus pais e irmãos posteriormente se mudaram para Pederneiras; em Macatuba, ficaram apenas ele e seu irmão Germano.

Seu irmão Germano foi taxista em Macatuba e se casou com Geny Minetto (filha de Desidério Minetto e Noemia Medola), em Macatuba, no dia 22 de janeiro de 1940. Germano faleceu em Pederneiras no ano de 1957.



A tradição oral dá conta de que o senhor João Batista Scian foi responsável pelo primeiro encanamento de esgoto da cidade e pelo traçado da Praça Santo Antonio, tendo o seu desenho sido escolhido após um concurso realizado na administração do Prefeito Benedicto Domingos Maciel. Fonte: site “camaramm.files.wordpress.com”.

Por 35 anos Romualdo trabalhou com Matheus Lista, e na época em que Macatuba não possuía hospital nem médicos, era esse empresário que disponibilizava o veículo aos cidadãos que necessitavam de tratamento clínico, ficando o senhor Romoaldo encarregado de transportá-las até as cidades vizinhas.

Romualdo foi testemunha na certidão de nascimento de meu tio Rubens Galli, em 1946. Também foi testemunha do casamento de seu irmão Arnaldo com Maria de Lourdes Brito Garcia, em Pederneiras, no dia 5 de julho de 1958.

Romualdo também atuava como mecânico, encanador, motorista de ônibus e, esporadicamente, dirigia o “carro de praça” de seu pai.

Ele se casou com Tereza Travagli (filha de José Travagli e Maria Theodoro), em Macatuba, no ano de 1949. Sua esposa nasceu em Macatuba no dia 20 de junho de 1931. As testemunhas do casamento no civil foram Olivo Galli e Desidério Minetto, e no religioso foram Pedro Grandi Sobrinho e Arnaldo Scian.

Romualdo e Tereza tiveram dois filhos, João Roberto e José Carlos. João Roberto é casado com Maria Elena Olivatto. José Roberto é conhecido como “Nê” e tem bar em Macatuba. Romualdo é avô de Rafaela, Graziela, Lizandra, Rogério e Ricardo.

Romualdo faleceu no dia 29 de fevereiro de 1984. Sua esposa, dona Tereza, faleceu no dia 14 de maio de 2010. 

Matheus Galli Nacli
Historiador e pós-graduando em Antropologia.

Confira outros artigos de Matheus Galli Nacli no site da Revista O Comércio