Artigo de abril de Matheus Galli Nacli

Julio, Fazendeiro, Bullying, Padre Salústio, Nenzão, Batista Chiari, Segalla, Angelo-Pinheiro-Machado-Neto, Nazem-Nacli, Antropologia




Segallas

A família Segalla foi uma das citadas no livro “Grandes Famílias de Lençóis Paulista e Macatuba”. Teve início na região com a vinda de Demétrio Segalla e Maria Pinote, que tiveram os filhos: Archinto, Romilda, Evelina, Ardemira, Luiza, Antonio, Virginia e Tranquila. Demétrio, sua esposa e filhos moraram primeiro em Araras. Depois, na virada do século 19 para o 20, se mudaram para a fazenda Bom Jardim, em Lençóis Paulista. Demétrio nasceu na região italiana do Vêneto, em 3 de fevereiro de 1854. Chegou a Santos, no Brasil, em 1888 e faleceu em Lençóis Paulista no dia 29 de março de 1925.

Archinto se casou com Conceta Carpegiani e tiveram 11 filhos: Rosina, Amélia, Herminia, Atílio, Maria, Artur, Alberto, José, Sílvio, João e Aparecida. Archinto foi comerciante em Macatuba e depois se mudou para Bauru. Archinto nasceu na Itália, em 7 de novembro de 1879, e faleceu em Bauru, no dia 15 de setembro de 1954.



Archinto era irmão de Antonio, que se casou com Angela Coneglian (Antonio e Angela são pais de Antonia Adélia, que foi casada com Antonio Lorenzetti Filho e é nome do teatro de Lençóis Paulista). Antonio e seu filho Arlindo foram vereadores em Lençóis Paulista. Antonio Segalla é nome de rua no Jardim Primavera, também em Lençóis Paulista.

Alberto (filho de Archinto) nasceu em Macatuba no ano de 1912 e faleceu em Bauru no ano de 1982. Em Macatuba, foi alfaiate e secretário da Prefeitura. Teve oito filhos. Trabalhou no Banco do Brasil, em Bauru. Casou-se em Macatuba com Dalva Nascimento (filha da 1º professora de Macatuba, Teófila Pinto de Camargo), no dia 7 de janeiro de 1937.
Alberto Segalla é nome de rua em Bauru. Ele foi testemunha do casamento de Mário Fantini com Alice Carpejani, em Macatuba, no ano de 1939. Alberto foi diretor financeiro do Bauru Tênis Clube.

Amélia era esposa de Vitório Malavasi e mãe de Antonio Silvio Malavasi. Rosina era mãe de Sebastião Daré. Maria era mãe de Antonio Carlos Grassi. Atílio foi comerciante em Macatuba.