Ascana comemora 60 anos

Ascana




Associação dos Plantadores de Cana do Médio Tietê foi fundada em uma época que já havia demanda por maior produtividade

Da Redação

Quem não era nascido em 1959 ou ainda não trabalhava com cana-de-açúcar dificilmente será capaz de imaginar o que deve ter sido produzir em tempos de extrema escassez tecnológica. Era um desafio de grandes proporções, e somente os que lá estavam podem testemunhar o real significado de todas as tecnologias geradas pelas instituições de pesquisa e pela iniciativa privada. Mesmo na mais absoluta falta de tecnologia, o empreendedorismo, a organização e a criatividade garantiram por décadas a solidez da agroindústria açucareira, que se mostrou capaz de resistir às mais profundas crises, que se repetem até os dias de hoje.

Como em tantas outras atividades, mesmo num olhar de 60 anos atrás, organizar-se em Associações era imprescindível para sobreviver. A Ascana (Associação dos Plantadores de Cana do Médio Tietê) foi fundada em novembro de 1959, em uma época que já havia demanda por maior produtividade.



A Ascana é uma das associações que fazem parte da Orplana (Organização de Plantadores de Cana da Região Centro-Sul do Brasil), que a representa no plano nacional e internacional. Sua evolução tecnológica sempre acompanhou os movimentos do setor e atualmente está entre as mais conceituadas do país, tanto pela sua abrangência, como pela sua importância aos associados, às empresas e à comunidade como um todo.

Seja por intermédio das usinas ou diretamente com as instituições, a Ascana vem inovando seus campos de variedades, os laboratórios de análise de solo e cana e a prestação de assistência técnica aos seus associados e, com a implantação do sistema de parcerias pela Zilor, buscou se reestruturar para atender novas demandas.

A partir de então a associação assumiu total responsabilidade no mapeamento e cadastro de todas as áreas cultivadas com cana-de-açúcar por todos os seus associados, agrupando programas como o de introdução de novos clones e variedades, a formação e a condução de viveiros.

O modelo de produção de cana pelos associados da Ascana tem suas particularidades e determinadas práticas não seriam bem sucedidas se adotadas de forma isolada e não em conjunto.

A Ascana, além de trabalhar em prol de seus associados, também está cada vez mais atuante nas comunidades onde está inserida, através de projetos sócio ambientais. Entre os projetos está o Programa Jovem Aprendiz, que leva conhecimento teórico e prático da cultura canavieira aos jovens, preparando-os para a inserção no mercado de trabalho.

Outro projeto importante patrocinado pela Ascana é o Corteva Escola, que dissemina boas práticas agrícolas às crianças da rede municipal de ensino nos municípios de Lençóis Paulista, Macatuba e Pederneiras.