Azia: causas, sintomas e tratamento

Azia




Confira algumas informações sobre esse problema recorrente entre a população

Da redação

Você já sofreu ou sofre com a azia? Ela é uma forma de indigestão desconfortável que provoca sensações de queimação no peito ou parte superior do abdômen. Esse problema afeta milhões de pessoas todos os dias, mas pode ser tratado com ajustes na dieta.

Os episódios de azia podem ser ocasionais ou frequentes, podendo interferir na rotina e qualidade de vida do paciente, e até ser sinal de algum problema mais grave. Por isso, é fundamental ficar atento aos sintomas e procurar orientação médica.



A azia está relacionada ao refluxo ácido, também conhecido como doença do refluxo gastresofágico. Estes problemas digestivos são por vezes causados por uma “indigestão”. O que provoca o refluxo ácido e azia? Dieta e hábitos de vida, principalmente. Eles geralmente produzem uma variedade de sintomas temporários, mas desconfortáveis e muitas vezes dolorosos. Normalmente os sintomas da azia ocorrem à noite, depois de comer uma grande refeição.

Sintomas

Sensação de ardor e dor no peito

Desconforto geral na parte superior do abdômen

Dor de estômago logo após comer

Dor que parece subir do estômago até a garganta

Regurgitação

Gosto amargo na boca

Sentir-se cheio

Náuseas

Causas

A azia é causada principalmente por problemas digestivos, como regurgitação ácida do estômago para o esôfago. O problema se desenvolve quando a válvula muscular que controla o esfíncter esofágico inferior para de funcionar adequadamente, fazendo com que o ácido do estômago atinja o esôfago e, em seguida, possivelmente a garganta ou boca, causando queimação, dor, gás e arrotos.

A sensação real de queimação é causada pelo fluido digestivo do estômago, irritando o revestimento do esôfago e garganta.

As causas mais comuns da azia incluem:

Determinados alimentos na dieta

Comer demais

Alguns medicamentos

Tratamentos naturais

Comer pequenas porções

Comer demais coloca uma grande quantidade de pressão sobre o estômago. Quando o corpo sente que você comeu uma grande quantidade de uma só vez, a produção de ácido do estômago é transformada para facilitar a digestão.

Depois de comer uma refeição pesada, especialmente uma cheia de alimentos formadores de ácido, parte do conteúdo do estômago pode literalmente vazar para fora e fluir para trás em seu esôfago. Muitas pessoas comem sua refeição maior, mais pesada à noite, razão pela qual a azia é mais comum antes de deitar.

Azia

Tratamento

Limite os alimentos que aumentam

a acidez do estômago

Alimentos fritos ou refeições ricas em óleos de baixa qualidade e refinados

Alimentos com adoçantes artificiais e conservantes

Alho

Cebola

Chocolate

Café

Hortelã e pimenta

Álcool

Lidar com a azia não significa necessariamente que você tem que evitar esses alimentos completamente, mas tome nota do que você está comendo antes de experimentar quaisquer sintomas dolorosos.

O primeiro passo deve ser limitar muito os alimentos processados, incluindo qualquer coisa artificialmente aromatizado, fritos ou adoçados (cereais, milho e batatas fritas, muffins, biscoitos, qualquer coisa com óleos vegetais refinados). Considere reduzir sua ingestão de grãos e cortar muito em óleos como canola, cártamo, girassol, milho e óleo de soja.

Concentre-se em comer uma dieta de alimentos integrais e de verdade que não agravam o seu sistema digestivo. Legumes verdes folhosos, alimentos probióticos, óleo de coco e peixes são geralmente todos bem tolerados, mesmo para pessoas com estômagos sensíveis.

Controle o estresse

O estresse é um poderoso gatilho hormonal que pode afetar quase todos os sistemas corporais, da imunidade à digestão. É por isso que o estresse crônico pode matar sua qualidade de vida. Tal como acontece com outras condições digestivas crônicas, tais como a síndrome do intestino irritável ou síndrome do intestino permeável, a intensidade da azia está ligada a mudanças nos principais eventos da vida ou o excesso de estresse.

Exaustão ou síndrome de fadiga crônica resultante de estresse também tem poderosos sintomas psicopatológicos que estão associados com a piora da azia.

Para ajudar a reduzir seus sintomas, procure a causa do problema. Como você está lidando com o estresse do trabalho ou relacionamentos? Você está dormindo suficiente? Considere tentar técnicas de redução do estresse, como respiração profunda, massagem, acupuntura ou meditação.

Atenção aos medicamentos

É possível que os sintomas de azia piorem quando você toma certos medicamentos, como a pílula anticoncepcional ou certas drogas usadas para tratar a pressão arterial elevada. Converse com seu médico a respeito.

Outro passo importante é parar de fumar, pois fumar estimula a produção de ácido do estômago. Se você sofre com sintomas de azia, é preciso mudar alguns pontos da sua alimentação. Cortar alimentos açucarados e industrializados é fundamental para evitar piorar os sintomas.

Caso a sensação de queimação seja frequente, procure orientação médica.