Campanha do Agasalho 2019

Campanha do Agasalho




Município antecipa arrecadação com o objetivo de iniciar o quanto antes as doações

Da Redação

A vice-prefeita e presidente do Fundo de Solidariedade de Lençóis Paulista, Cíntia Duarte, e o secretário de Assistência Social, Ney Góes, anunciaram na quinta-feira, 9 de maio, o início da Campanha do Agasalho de 2019, que tem por objetivo arrecadar roupas e cobertores em boas condições para doar às pessoas ou famílias em situação de vulnerabilidade social. As doações podem ser feitas até o dia 10 de junho em um dos mais de 40 pontos de arrecadação distribuídos pela cidade. A entrega das peças vai acontecer nos dias 11, 12 e 13 de junho no Lions Club, para as famílias da área urbana de Lençóis Paulista, e no dia 14 na Vila de Alfredo Guedes, no salão Igreja do Senhor Bom Jesus.

A maioria das pessoas e famílias que serão atendidas pela campanha 2019 já é acompanhada pelos três CRAS (Centros de Referência de Assistência Social) de Lençóis Paulista. “Nós gostaríamos de pedir a colaboração de todas as pessoas, empresas e escolas que sempre ajudam nessa campanha, para que doem roupas e cobertores em bom estado para mais uma campanha do agasalho de Lençóis Paulista”, declarou Cíntia Duarte.



A vice-prefeita afirmou que no ano passado 18.345 peças de roupas e cobertores foram distribuídas a 581 famílias da cidade. “Nosso objetivo é sempre manter ou aumentar o que foi arrecado no ano anterior, por isso, precisamos pedir a ajuda e o engajamento de todos nessa causa tão nobre que é evitar que os lençoenses passem frio neste inverno”, completou a presidente do Fundo.

Ney Góes afirmou que a Assistência Social já realiza um acompanhamento detalhado, por meio dos CRAS, de todas as famílias em situação de vulnerabilidade e que elas têm prioridade na distribuição dos agasalhos da campanha. “O objetivo é atender primeiro as pessoas que já estão cadastradas e são acompanhadas pela Assistência Social, pois sabemos mais de perto a realidade de cada uma, mas isso não impede que façamos a distribuição para outras famílias, ou pessoas que ainda não passaram pelos CRAS. Porém, nossa orientação é que a pessoa procure o CRAS para expor suas dificuldades”, declarou o secretário. “Hoje atendemos todas as pessoas que precisam. Ninguém fica sem atendimento. Quando arrecadamos mais peças, o que acontece é que cada família acaba recendo mais roupas, o que também é muito bom”, frisou Góes.

Âmbito estadual

A vice-prefeita informou que Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo deve lançar o tema da campanha oficial no dia 20 de maio. “Embora a campanha oficial do Estado seja lançada só no dia 20 de maio, nós já iniciamos nossa mobilização para poder arrecadar as peças e efetuar a doação o mais rápido possível”, completou Cíntia Duarte.

A presidente do fundo social também aproveitou a oportunidade para agradecer empresas e escolas que realizam gincanas, cafés da manhã ou eventos para incentivar clientes e colaboradores a fazer a doação. “Nós queremos agradecer de antemão todas as empresas que realizam eventos para arrecadar roupas e quero dizer que isso ajuda muito a campanha”, frisou.

Mesmo antes do início oficial da campanha na cidade, o Fundo Social de Solidariedade já recebeu uma doação de 1.800 peças arrecadadas pelos alunos do curso de administração da ETEC Cidade do Livro.