Coach em liderança: Ter medo do escuro ou conviver com ele?

Tombo, Coach




Como andar pelo escuro quando não temos referência alguma, nem sequer um corrimão para nos apoiarmos, um feixe de luz para guiar-nos, ou um som para seguirmos? Indo um pouco mais além, como vamos seguir passos ou guiar outras pessoas se não podemos vê-los ou senti-los? Damos muito valor a pequenas coisas quando nos sentimos encurralados; nesta situação, bastaria um palito de fósforo na mão para tornarmos o medo e insegurança em esperança.

Enfrentamos talvez a maior crise, que enfraquece não só a nossa saúde e economia, mas a nossa mente. Isso principalmente porque nós, humanos, temos a necessidade de referências, sendo elas boas ou ruins, mas que nos norteiem para seguirmos nosso caminho e mantermos a mente e vida mais “confortável”.



O que mais notamos neste momento pandêmico é que nos sentimos aprisionados fisicamente e mentalmente em situações de convivência entre familiares, amigos e nosso trabalho. Estas situação nos faz sentirmos menos capazes de desenvolvermos qualquer nova ação, principalmente por termos uma necessidade de sermos úteis, o que nos torna humanos. E nem sempre ser útil é sinônimo de recompensa financeira, mas sim a busca incessante do bem-estar, e para adquirirmos este estado e sermos mais úteis é preciso agirmos. Mas como agiremos em situações que nos sentimos no escuro sem apoio algum?

É hora de reaprendermos a aprender, é preciso esvaziar nossas mentes do que sempre julgamos ser o caminho correto. Dando passos para trás, poderemos novamente aprendermos a conviver com o agora (conviver, do latim = ter convivência, estar íntimo). Não será fácil, mas sim necessário, recuarmos para nos adaptarmos e ficarmos mais “íntimos” deste novo modelo de vida e trabalho que nos cercará por um período incerto.

Para isso, comece com você! Seja líder de suas novas ações, reveja sua programação diária, quais passos percorria e quais pode modificar. Uma meditação pode ajudá-lo a começar um dia mais leve. Acesse-as gratuitamente no YouTube para te ajudar. Procure retomar os estudos em doses homeopáticas para ser mais útil em suas atividades e com seus times profissionais. Pocure estar bem hidratado, alimentado e com sua reposição de sono! Por que não fazer polichinelos enquanto escuta ou assiste algo novo? O segredo de uma mente saldável é manter também o corpo saudável.

Se as incertezas já estão aí, então por que não reaprendermos a acender a nossa própria luz para iluminar este período? Então? Ter medo do escuro ou aprender a conviver com ele?

Bruno Baleche
CEO e Leader Coach

Confira outros artigos de Bruno Baleche no site da Revista O Comércio