Juntos pelo jornalismo

DSC_0064




Breno Medola, proprietário da Revista O Comércio, anunciou a compra do Jornal O ECO; ideia é unir forças para fortalecer ainda mais os produtos editoriais

O empresário Breno Corrêa Medola, proprietário da BCM Publicidade, empresa que publica a Revista O Comércio, acaba de anunciar a compra da Editora e Jornal Folha Popular, responsável pelo Jornal O ECO. A partir de agora, os dois veículos de comunicação impressa passam a compartilhar uma única estrutura organizacional, utilizando os mesmos recursos – técnicos e humanos – em prol de um jornalismo sério e atuante, feito com profissionalismo, qualidade e respeito.

Vale a pena ressaltar que Revista O Comércio e Jornal O ECO seguem com suas publicações independentes, cada um com sua periodicidade e linha editorial habituais: semanal e factual; mensal e comunitário. Os respectivos produtos especiais também serão mantidos, já que o grande objetivo é oferecer produtos cada vez melhores aos seus públicos. “Os dois veículos fazem um belo trabalho na sociedade, mas quando surgiu a oportunidade de fusão, logo pensei o quanto seria interessante compartilhar as experiências, os recursos e as estruturas das duas empresas para fortalecer cada vez mais os produtos entregues ao leitor”, destaca Breno. “Unir um jornal com tanta história e credibilidade como O ECO e uma revista tão querida e admirada como O Comércio é motivo de orgulho para mim”, reforça o empresário.



Já é praxe da Revista O Comércio inovar e se reinventar. Tem sido assim desde a sua fundação, lá em 2010, quando deu início a um jornalismo até então desconhecido na cidade: o jornalismo comunitário, ligado ao bairrismo. O sucesso editorial se tornou indiscutível, tanto que, neste ano, o veículo venceu o Prêmio Imagem pela oitava vez consecutiva como a revista local mais lembrada pelos lençoenses – com 96,76% dos votos. “Tivemos um momento de crescimento e hoje estamos sólidos no mercado editorial, com a nossas edições mensais e especiais. Mas a Revista O Comércio é inquieta, gosta de novos desafios. Por isso, assim que surgiu a oportunidade de fundi-la com o Jornal O ECO, não pensei duas vezes. Podemos dizer que essa é a união perfeita entre o comunitário e o factual, um estilo complementando o outro”, finaliza Breno.


Investindo no digital

A união entre Revista O Comércio e Jornal O ECO também impulsiona ainda mais a participação dos dois veículos de comunicação na internet. “Com uma equipe maior e ainda mais gabaritada, temos a possibilidade de investir mais no meio digital e também em outros produtos editoriais. E isso é bom para o leitor, que vai desfrutar de conteúdos ainda mais variados, e também para o empresário que ganha mais opções de qualidade para anunciar seus produtos e/ou serviços”.

Breno também ressalta a importância de investir em publicidade, já que quem não é visto, não é lembrado. “Trabalhamos para oferecer conteúdo jornalístico de qualidade aos nossos leitores e também para oferecer visibilidade aos nossos anunciantes. As duas coisas caminham juntas. Se você entrega um bom produto, independentemente da plataforma, você tem pessoas e empresas querendo associar suas marcas a você. Vejo que podemos evoluir muito não apenas no impresso, mas também na internet, que está presente na vida de todo mundo hoje em dia”, finaliza.

Journalists with recording equipment flocking around important people. Black and white retro style processing