Olho nele

craque-do-mes




Com apenas 15 anos, lençoense Fernando já se destaca na equipe sub-15 do Palmeiras; sonho do jovem é chegar ao elenco principal

Angelo Franchini Neto

A maioria dos jovens sonha em ser jogador de futebol. Jogar em grandes equipes, como Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo é, para muitos, a glória. Com apenas 15 anos, Fernando Henrique Soares sabe bem como é esse gostinho. Zagueiro da equipe sub-15 do Palmeiras, o lençoense surfa no bom momento da base palestrina e já coleciona títulos, muitos deles internacionais.

Do xadrez ao futebol

“Eu não gostava de jogar futebol”. É dessa forma que Fernando lembra do seu passado não tão distante. “O meu primo João Rafael trabalha com futebol e certo dia ele me chamou para treinar na escolinha dele. No começo eu não gostei, preferia jogar tênis e xadrez, mas ele insistia em mim. Até que fui convidado para participar de um campeonato de futebol realizado no CEM (Clube Esportivo Marimbondo). Acabei aceitando e, durante os jogos, comecei a tomar gosto pelo esporte”. Isso tudo aos 11 anos de idade.



Fernando havia nascido para o futebol, tanto que não demorou muito para que ele despontasse como promessa. “Como aqui (Lençóis Paulista) não tinha muita estrutura, fui para o Talentos 10, de Bauru. Aos 13 anos fui para o Noroeste e, em seguida, projeto Craque do Futuro (também de Bauru), equipe pela qual disputei um campeonato em São Carlos. Foi ali que me destaquei e chamei a atenção de alguns olheiros de grandes equipes”.

O Palmeiras foi o destino de Fernando. “Foi estranho para mim, pois eu sonhava em ser profissional, mas pensava em começar em uma equipe menor”. Após ser avaliado durante duas semanas em São Paulo, Fernando foi convidado para ficar na base palmeirense. “Em um sábado, depois de um amistoso, o treinador disse que eu podia ficar uma semana em casa para aproveitar a família e depois voltar com a documentação. Foi uma alegria enorme”.

O dia a dia

Na capital, o jovem segue uma rotina regrada: escola pela manhã, almoço no clube, treino às 14h e, à noite, hotel. “Por conta da distância, venho sempre para Lençóis Paulista ver meus pais. Também aproveito para ver os amigos, ir ao clube e tomar açaí”. Questionado sobre ser uma inspiração para os amigos, Fernando se mostra humilde. “Alguns que jogam futebol me veem como inspiração. Já outros me veem como o Fernando de sempre”.

Dentro de campo

Fernando, que além de zagueiro também joga como volante, já conquistou diversos títulos. Ao lado do elenco do Palmeiras sub-15, ele viaja o mundo para disputar os mais diversos campeonatos (Coreia, China, Itália e Inglaterra são alguns exemplos).

Mas foi um jogo no Brasil que ficou marcado na vida do jovem. “No Paulista Cup de 2019, em um jogo contra o Desportivo Brasil, marquei um gol nos primeiros minutos e fui muito bem. Tanto que quase fui convocado para a Seleção Brasileira”. Uma lesão no dedo atrapalhou um pouco os planos de Fernando no ano passado.

Mas, 2020 promete para o atleta. “O meu objetivo, no futuro, é chegar à equipe principal do Palmeiras e, quem sabe, ir para a Europa”, finaliza.