Transtornos de aprendizagem

Dislexia




Em idade escolar, crianças podem apresentar dificuldades em aprender; conheça os principais transtornos

Da Redação

Nem toda criança que está na escola consegue aproveitar ao máximo o que a instituição oferece e muitas vezes isso pode estar relacionado a transtornos de aprendizagem ligados diretamente às áreas de leitura, matemática e escrita.

A psicopedagoga clínica Rafaela Katherine Barbosa Costa, da Clínica Revitalle, explica que os transtornos ficam mais perceptíveis quando interferem significativamente no rendimento escolar e nas atividades da vida diária que exigem leitura, matemática ou escrita. Podendo o problema persistir na vida adulta, se não tratado.

Para entender um pouco mais sobre os principais transtornos e suas características, a psicopedagoga Rafaela separou alguns sinais relacionados a eles:


Dislexia

Classificado como um Transtorno de Aprendizagem, o aluno com dislexia apresenta dificuldade em codificação de consciência fonológica, com déficit na leitura e escrita. O fator genético é uma forte tendência para se chegar ao diagnóstico. As principais características do quadro são:

• Baixa velocidade na leitura ou fluência;
• Troca de fonemas como por exemplo t/d, f/v, b/d;

A dislexia tem diferentes graus, tipos e tratamento. Para o diagnóstico, é preciso uma avaliação multidisciplinar.

Discalculia

Quando há problemas no processo de informações numéricas, como a realização de cálculos precisos ou fluentes, pode ser discalculia.

O transtorno pode ser classificado em diversos tipos, como dificuldade em:

• Nomear quantidades e números;
• Leitura de símbolos matemáticos;
• Realização de operações mentais simples;
• Contagem correta.

Segundo a psicopedagoga, o quadro é mais evidente no segundo e terceiro ano escolar.

Disgrafia

Pode ser uma comorbidade ou aparecer de forma isolada. A maior evidência da disgrafia ocorre no traçado da letra, afetando a funcionalidade da escrita. O aluno ou criança com disgrafia apresenta escrita mal elaborada.

Disortografia

Se há erros de sequenciamento de ideias, pontuação, paragrafação, concordância verbal e nominal, pode ser disortografia.

O transtorno surge quando a criança não consegue organizar e estruturar um texto, apresenta vocabulário pobre e curto, além de erros ortográficos.

De acordo com a psicopedagoga Rafaela, esses são alguns dos transtornos de aprendizagem. Em caso de uma ou mais características, é preciso procurar uma avaliação mais detalhada.